terça-feira, 15 de maio de 2012

Colecionador de sorrisos


― Que escondes tu neste silêncio ensurdecedor?
― Não estou em silêncio...
― Sim, tu estás. Falas, falas, mas não dizes nada.
― Que queres que eu diga?
― Digas o que sentes.
― Não sinto nada.
― Como podes dizer isto? Em que escuridão enfiaste o que tens por dentro?
― Não enfiei. Tudo desapareceu sem meu consentimento.
― E por que não resgatas?
― Pensas que já não tentei?
― E continuas?
― O quê?
― Continuas tentando?
― Desisti.
― Por isso essa face tão vazia, cabisbaixa, apática...
― Não tenho motivos para sorrir.
― Exatamente.
―...
― Procure um.
― Queres que eu repita tudo que falei? Já disse, já disse. Eu tentei. Não consegui.
― Onde estão teus sentimentos? Onde disseste que estavam?
― Afogaram-se.
― Pois te jogas no mar, oceano, rio, seja lá o que for.
― Não sei nadar.
― Aprende.
― Não tenho tempo para perder com essas coisas.
― E o tempo que tens, vais gastar com o quê?
― Não sei... Qualquer coisa.
― Qualquer coisa... E vais sentir algo com qualquer coisa?
― Não sinto, já disse.
― Então o que custa perder tempo para sentir algo?
― Custa tempo.
― Tempo que tu vais perder fazendo coisas que nem lembrarás no dia seguinte. Tempo que tu vais perder com coisas insignificantes enquanto podia estar alcançando emoções.
― Não tenho mais força para nadar, correr, para todas essas coisas...
― Bobagem. No máximo, tu sentirás dor, o que já é alguma coisa. Vá.
― Não irei.
― Qual a desculpa agora?
― Estou...
― Estás o quê?
―...
― Medo?
― Sim...
― Queres companhia?
―...
― Vamos. Irei contigo. Estou em busca de sorrisos.
― Sorrisos?
― Sim, sim... Tu encontras a felicidade que procuras, eu coleciono sorrisos. Vamos logo.
― Calma... Deixa-me respirar um pouco. Preciso de coragem.
― Já disse que não tens nada a perder...
― E meu tempo?
― Esquece teu tempo. Pensa no tempo da felicidade, que passou tantas horas a te esperar.
―...
― Por que estás rindo?
― Não sei... Por um momento pareceu-me que ela já havia me encontrado.

2 comentários:

  1. E vai ver, encontrou.

    ResponderExcluir
  2. "E aí fico o dia todo caçando alguma coisa que me faça lembrar que o dia valeu a pena e que posso ir pra casa um pouco mais ampla, com as janelas mais abertas e os erros perdoados para voltar a cometer."

    ResponderExcluir

Leia mais em : http://anjodosblogss.blogspot.com/2011/01/como-bloquear-o-copiar-colar-no-blog.html#ixzz1uiJkywxX Leia mais em : http://anjodosblogss.blogspot.com/2011/01/como-bloquear-o-copiar-colar-no-blog.html#ixzz1uiJkywxX